• Tendência Inclusiva

COMO EVITAR A QUEDA DE CABELO


Uma alimentação rica em legumes, frutas, verduras e castanhas confere ao organismo os nutrientes necessários para evitar a queda de cabelo. Assim, a raiz do cabelo fica mais fortalecida e as chances de sua queda diminuem. Contudo, alguns indivíduos possuem uma maior propensão para a queda de cabelos, causada por um fator genético, como é o caso de calvos e carecas.

Outro fator importante é a saúde. Os cabelos tendem a cair mais quando o indivíduo está anêmico ou sofre de qualquer outra doença. Para contornar estas e outras situações que provocam a queda de cabelo, recomenda-se:

  • Não dormir sobre os cabelos molhados

  • Não prender os cabelos molhados, a menos que seja um coque bem solto e que isto não seja frequente

  • Lavar os cabelos com shampoo e condicionador adequados ao seu tipo de cabelo

  • Evitar usar o secador e chapinha, que danificam a raiz e o comprimento do cabelo desnecessariamente

  • Não lavar os cabelos com água muito quente, a ideal é a morna ou fria

  • Evitar penteados como dreads, tranças, mega hair que puxam muito a raiz do cabelo, favorecendo a sua queda

  • Pentear e massagear o couro cabeludo para ativar a circulação sanguínea

  • Pentear os cabelos com pentes de cerdas largas ou escova macia.

Dicas de alguns alimentos para um cabelo bonito e saudável:

Ferro: encontrado em alimentos como : carnes vermelhas, miúdos, brócolis, espinafre, lentilha, feijão, a deficiência desse mineral pode causar queda de cabelo.

Zinco: estimula a multiplicação das células, favorecendo no crescimento e fortalecimento dos cabelos. Além de reduzir a oleosidade. Principais fontes: carnes, fígado, gema de ovo, grãos integrais, crustáceos, farelos de trigo, nozes.

Magnésio: é essencial para formação de proteínas que constitui os fios, assim como a queratina. Ele pode ser encontrado na carambola, melão, abacaxi, nozes e frutos do mar.

Potássio: mantém a flexibilidade e a hidratação e está presente nos alimentos como carnes magras, amêndoa, uva e semente de girassol.

Cobre: ajuda no crescimento e age nos pigmentos que dão cor aos fios. Principais fontes: nozes, castanha, legumes, grãos integrais, crustáceos, fígado.

Cálcio: a falta do mineral deixa os fios mais quebradiços e finos, por isso o consumo do leite e seus derivados, sardinha e salmão são tão importantes.

Proteínas: estimulam o crescimento e o fortalecimento dos cabelos. Principais fontes: carnes vermelhas, frango, peixe, ovos, queijo e derivados, grãos.

Vitamina C: antioxidante que contribui para o bom funcionamento das células do fio. Principais fontes: morango, laranja, limão, acerola, tomate e folhas verdes.

Vitamina E: previne o aparecimento dos radicais livres e auxilia na formação de um novo cabelo. Fontes: óleos vegetais, nozes, amendoim, peixes, verduras e gema de ovo.

Ácidos graxos poliinsaturados: os mais conhecidos são o ômega 3 e o ômega 6. Eles hidratam e dão força e brilho aos fios. Suas principais fontes são: linhaça, salmão, atum, sardinha, azeite, nozes, castanhas e óleos de soja, canola e milho.

Além de uma alimentação saudável, balanceada e variada é importante manter-se hidratada e beber de 8 a 10 copos de água por dia.

#belezaeestilo por Alissa Hissa


#alissahissa

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020