• Tendência Inclusiva

POR QUE É NECESSÁRIO FALAR SOBRE EDUCAÇÃO INCLUSIVA?


Coluna Luciane Kadomoto

Por que é necessário falar sobre a Educação Inclusiva?

Historicamente houve o estigma e exclusão Pessoa com Deficiência nos grupos sociais, como na Antiguidade Espartana, no qual se valorizava o corpo ‘saudável e perfeito’. Crianças que nasciam com algum tipo de deficiência ou problemas de saúde eram assassinadas ou as famílias as escondiam em cidades solitárias.

Mesmo depois de milênios, mundialmente esse tema ainda é tratado. No Brasil, este assunto tem o propósito de IGUALDADE, INCLUSÃO e ACESSIBILIDADE.

Para isso, tanto nas empresas e nas escolas, se faz necessária atuação com o objetivo de desmistificar mitos, mudar paradigmas, quebrando ‘barreias atitudinais*’, transformando o olhar de ‘coitado’ e ‘incapaz’ para um olhar de igualdade, pessoa capaz e com potencial para produzir, criar, trabalhar, estudar e conviver em comum em qualquer local. E é com essa finalidade que a Educação Inclusiva trabalha, seja com palestras, workshops, cursos ou uma orientação especifica e personalizada, ampliando a visão, facilitando o desenvolvimento de modos criativos de ser e viver, valorizando a essência e a diversidade de cada pessoa.

Quinzenalmente serão abordados assuntos sobre a Educação Inclusiva Empresarial ou Escolar, com notícias, informações e estratégicas de didáticas de ensino, com um pensamento de inclusão com qualidade e bem-estar de todos.

Na próxima quinzena serão abordadas informações sobre a Educação Inclusiva no Mercado de Trabalho. Não percam!

*barreiras atitudinais: são comportamentos de uma pessoa ou grupo social no qual cria um obstáculo nos relacionamentos entre a Pessoa com Deficiência e outra sem deficiência. São atitudes que geram ‘barreiras’ para a inclusão e tratamento de igualdade de direitos.

Luciane Kadomoto



© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020