• Tendência Inclusiva

SENTIMENTOS REAIS


Coluna de Angélica Falci

As questões mais intensas que vivemos hoje em dia se resume a falta de amor. Muitas pessoas vivendo de forma “desvalorosa” onde além da falta do respeito há um declínio também da sensibilidade e do bom senso.

Muitas destas construções remetem ao fato das pessoas estarem viciadas num mundo virtual.

Estão tendo menos relacionamentos reais e verdadeiros. Aumentando assim a insensibilidade e trazendo precariedade para suas relações.

Como medir esta intensidade? Como perceber o risco deste desajuste?

Muitos relacionamentos estão perdendo a qualidade de uma boa conversa aberta, de olhar nos olhos e sentir o outro com toques e admiração real.

Perceber sua intensidade de sentimentos diante das pessoas e o tempo que você dedica a elas é muito importante. O excesso tecnológico além de exaurir a energia e tempo tem trazido muitos conflitos a diversos relacionamentos. Algumas pessoas relatam que estão mais intolerantes e irritadas com a convivência real. Olha a seriedade destes sintomas.

Pessoas viciadas em conversar com pessoas desconhecidas, em pornografias, em alimentar assuntos fracos e chulos e etc, tem trazido comprometimentos para sua própria vida e sofrimento para pessoas importantes.

Precisamos sim da medida, da tentativa de não banalizar valores que solidificam relações, Pois sem certos balizadores a tendência é ficarmos perdidos e com o risco de tudo ficar permitido e sem barras.

E o mais grave aos meus olhos e experiência clínica: A instalação da frieza da falta de consideração e empatia. Deixam de sentir, de se colocarem no lugar do outro.

Eis que um mundo “mega egocêntrico” está em evolução e precisamos sim demonstrar nossa insatisfação e ajudar no caminho sincero do Amor ao próximo, respeito e consideração.

Não somos donos da verdade, mas um mundo sem barras, sem sentimentos trará muito sofrimento e tristezas. Isso com toda certeza!

Vamos em busca de um mundo com amor real e interesse genuíno pelas pessoas.

Vamos utilizar sim a nossa tecnologia, pois com ela aprendemos, facilitamos nossas vidas além de nos informamos, mas não como destruição de nossas relações e sim como interação que possibilite Sentimentos Reais.

Angélica Falci



© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020