• Tendência Inclusiva

A IMPORTÂNCIA DE CAPACITAÇÃO PROFISSIONAL PARA A INCLUSÃO COM QUALIDADE.


Algumas leis são importantes para garantir a inclusão, mas nem sempre está relacionada à qualidade, seja por questões de falta de acessibilidade no local e instrumentos de trabalho, seja por despreparo dos profissionais de como lidar com cada diversidade.

Já escrevi para políticos e profissionais de órgãos públicos sobre a importância de projetos para começar a educação e capacitação de profissionais para a inclusão e acessibilidade. Mesmo com as diversas leis, não há muitas práticas para ensinar ‘o como fazer’ de modo adequado e assertivo essas questões.

Algumas ideias levantadas foram:

- Para que a qualidade da inclusão seja efetiva, é importante uma grade curricular de todos os cursos técnicos e universitários no Brasil, com matérias sobre acessibilidade, inclusão e Desenho Universal, assim como entender sobre os tipos de deficiência, como trabalhar com cada uma delas, não deixando de levar em conta o Ser Humano que está sendo tratado.

- Para quem já é formado em curso universitário, no qual não foram abordadas essas questões, são importantes cursos obrigatórios ou cursos de reciclagem com os temas citados, com o investimento financeiro de órgãos públicos, tendo o retorno dos impostos nas quais todos pagam.

- A fiscalização é importante para o objetivo educacional, com o intuito de cumprir as leis para o bem-estar, desenvolvimento e saúde e não somente para arrecadar valores e cobrir o saldo devedor do país.

- Será que as pessoas realmente querem mudar o país ou querem fazer deste tipo de trabalho como mero negócio para ganhar muito dinheiro e fama?

Investindo na capacitação dos profissionais, aumenta a conscientização da importância para a inclusão, acessibilidade e Desenho Universal, diminuindo barreiras atitudinais, mudando a cultura e o olhar das pessoas com igualdade, sendo elas com ou sem deficiência. A diversidade acaba sendo algo natural e não mais assustadora e estigmatizada.

Ainda sonho com um mundo sem exclusão...


#lucianekadomoto

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020