• Tendência Inclusiva

O PROBLEMA É SEMPRE O OUTRO


Um dia o universo aproximou do meu trabalho um homem que estava muito insatisfeito, incomodado, realmente ele precisava de uma mudança.

Perguntado sobre o que lhe trouxe, desabafou sobre suas insatisfações.

Reclamou do casamento que não ia nada bem, reclamou da esposa que já não era mais a mesma, que já não conversavam, que o sexo já era cada vez mais escasso, enfim, reclamou, reclamou e reclamou.

Queria saber como eu poderia lhe ajudar.

Perguntei a ele qual a cor atual dos cabelos da esposa e o número que ela calçava.

Ele congelou, ficou estático me olhando.

Esperei um pouco e disse a ele que, naquele momento, essa foi a maneira mais rápida de fazer com que ele largasse um pouco o celular e se recordasse que a esposa estava ao lado dele dentro de casa e da vida dele, e não no enclausurar da tecnologia.

Ele foi embora sem dizer uma só palavra, mas com o olhar de pássaro que foi atingido.

Uma semana depois recebo a visita de uma mulher, linda, com um sorriso iluminado e carregando lindas rosas brancas. Era Sofia, que foi conhecer a pessoa que tinha conseguido reacender o olhar e o respeito do marido dela por ela.

Além das rosas ganhei um sincero abraço, e a partir de então se tornaram meus clientes e grandes amigos.

E mais uma vez tive certeza daquela máxima que diz "sempre fica um pouco de perfume nas mãos de quem oferece flores."

Fica o convite para que ponderemos sobre os nossos descasos e passemos a cuidar melhor e a respeitar a quem, por amor, escolheu estar ao nosso lado.

Que na próxima edição eu lhe encontre em paz.

Krishnaya


#krishnaya

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020