• Tendência Inclusiva

PODE PARECER POUCO MAS NÃO É!


De acordo com os dados da Relação Anual de Informações Sociais (Rais), divulgado anualmente pelo Ministério do Trabalho, foram criados 23,5 mil empregos formais para pessoas com deficiência em 2014.

Considerando o resultado, o número de vagas ocupadas por tais atingiu 381,3 mil, o que correspondente a 0,77% do total de postos de trabalho no Brasil.

Pode parecer pouco, mas não é! Se considerarmos os resultados obtidos em 2014 em relação a 2013, houve um aumento de 6,5% no número de profissionais com deficiência e algum vínculo empregatício.

Em nosso atual cenário econômico e político, em que as posições de trabalho estão se tornando cada vez escassas, um índice de crescimento como este deve ser celebrado, pois demonstra uma conquista extremamente representativa.

Naturalmente, parte dessa alavancagem no número de postos de trabalho para pessoas com algum tipo de deficiência se deve à Lei de Cotas, mas não podemos nos esquecer de que existe um número de iniciativas cada vez maior que partem da própria sociedade e fazem total diferença para este cenário.

Por outro lado, ainda existe muito espaço para que as empresas reflitam e levem em conta que seu processo de evolução ocorre principalmente através do capital humano.

Apenas pautadas sob pilares que envolvem não só a gestão e organização de processos, o preparo de líderes e colaboradores quanto ao entendimento do mercado, da gestão e organização de processos, mas principalmente o engajamento e tolerância em questões que envolvem as chamadas “diferenças”, sejam elas do tipo que forem, proporcionam o desenvolvimento de relacionamentos fortes entre os profissionais e criam não só uma visão de futuro em comum, mas um clima favorável para que se alcancem resultados cada vez mais expressivos e condizentes à alta performance.

Para isso, o melhor caminho ainda é o do desenvolvimento destes profissionais por meio de técnicas avançadas de gerenciamento, habilidades comportamentais e relacionais as quais juntas podem garantir maior produtividade, engajamento e bons resultados para todos.

Aos poucos, estamos ganhando espaço, mas vale sempre lembrar que esse é um papel que compete não apenas às empresas, mas também a cada profissional. Por isso, faça você também a sua parte.

O livro “A Estratégia do Oceano Azul”, o qual se tornou um best seller no Brasil desde o seu lançamento, destaca uma frase que retrata exatamente isso: “Não concorra com os rivais – torne-os irrelevantes”.

Pense nisso!


#rodrigoanunciato

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020