• Tendência Inclusiva

O QUE É BELEZA? SERÁ QUE A INDÚSTRIA ESTÁ FALANDO A VERDADE?


Não é de hoje que a indústria tenta vender de tudo com um único objetivo: ganhar rios de dinheiro. Para isso, esforços não são poupados e iludir o consumidor é uma das principais estratégias. Fórmulas mágicas para emagrecer e ficar mais jovem são vendidas às pencas.

SEXY, esta é a palavra do momento. Tudo precisa ser SEXY. Na prateleira o produto incorporou este conceito. “Compre o batom SEXY”. “Este perfume vai deixá-la ainda mais SEXY”. “Nada como essa nova linha de cosmético para despertar a sensualidade que existe em você”.

São muitos os exemplos possíveis e, por causa dessa exploração da sensualidade, levanto a questão. Será que, realmente, tais conceitos são tão “SEXY” assim, ou, seriam eles, apenas estratégia de publicidade para vender produtos?

Acredito que a resposta já foi dada. Ano após anos, publicitários criam novas campanhas, que se baseiam na imagem e, em muitas delas, a intenção é apenas enganar o consumidor.

Os acessórios podem ajudar em algum momento, no entanto, nada substitui o principal: EU SOU ASSIM, diferente do ideal de beleza padrão vendido pela mídia.

Não podemos nos esquecer do olhar. Os olhos são espelhos dos nossos sentimentos. Através deles, deixamos transparecer tudo o que sentimos: alegrias, tristezas, medo, dor.

Elementos como atitude, coragem e, sobretudo, naturalidade, realçam a sensualidade de qualquer pessoa, sem a necessidade de apelar para a vulgaridade.

A beleza não tem ligação direta com a sensualidade. Outro erro da indústria é achar que, para ser bonito, é necessária essa ligação com o lado SEXY. Sensualidade acontece na hora exata, sem pressão. Quando menos se espera, ela aflora. A intenção de provocar, de ser sexy, na maioria das vezes, soa artificial e pode ser desastrosa. Beleza e sensualidade têm tudo a ver com naturalidade e espontaneidade!

Três dicas importantes para ser sempre bela:

- o olhar é a sua maior arma;

- aceite o seu corpo como ele é;

- felicidade é a melhor maquiagem para o ser humano.

Não acredite em tudo que está nas prateleiras e nas capas de revistas. Você é muito mais do que um mero produto publicitário. E, mais uma vez, gostaria de ressaltar: beleza e deficiência não são palavras opostas.

Kica de Castro

Revisão: Sílvio Carvalho


Modelo: Diolice Barbosa - Tetraplegia

Foto: Kica de Castro

Exposição fotográfica "Além das Convenções"

#kicadecastro

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020