• Tendência Inclusiva

CCBB: AMOR À PRIMEIRA VISTA!


Hoje gostaria de falar um pouco sobre o Centro Cultural Banco do Brasil, carinhosamente apelidado de CCBB. Museu, espaço cultural, recanto de boa gastronomia e lugar de compartilhamento de arte e ideias, o CCBB se localiza no entorno da Praça da Liberdade, no centro de Belo Horizonte em Minas Gerais. Juntamente com outros oito museus, compõe o Circuito Cultural Praça da Liberdade, o maior complexo artístico do país. A interpretação da arte é uma experiência individual, cada um sente e enxerga de maneira particular cada obra que está ali em exposição.


Colunas do Paraíso

Desta maneira, vou contar sobre o meu primeiro encontro e romance com o espaço.

Estava na rua da Bahia e resolvi dar um pulo na Praça da Liberdade. Era Natal, fim de tarde, dia de céu bonito e resolvi ver a iluminação natalina da praça. Estava andando, como de costume, a mil por hora em minha cadeira, cortando os carros como um redemoinho e, sem aviso, avistei aquele prédio amarelo, lindo, imponente, cheio de colunas, mistura de art déco e neoclássico. Foi amor a primeira vista. Fui entrando e aproveitando o momento; já havia me esquecido das luzes da praça. Desde então, voltei mais de vinte vezes ao local e descobri coisas incríveis e surpreendentes a cada nova visita.


Entrada Acessível

O CCBB tem uma estrutura incrível, fácil e acessível para deficientes e qualquer tipo de público. As galerias são amplas e o teatro é sofisticado. O banheiro também é ótimo para cadeira de rodas e os elevadores te levam para onde você quiser. A entrada principal é uma escadaria, mas existe uma entrada lateral que não vai deixar ninguém na mão. As exposições, palestras e peças de teatro são sempre grandes surpresas. Tem de tudo quando o assunto é arte, desde uma palestra do navegador Amyr Klink até uma exposição de quadros do artista Kandinsky. O museu também tem tradição de trazer obras que se apoiam na arte contemporânea: trabalhos com garrafas plásticas, armas de fogo inutilizadas, caixas de leite e todo material exótico que sua mente possa imaginar. Arte é isso, é dar vida a tudo que possa passar uma mensagem, que possa transformar o que a alma e o coração sentem.


CCBB e suas exposições fantásticas


Lindo Teto de Vidro

Outro papel forte do museu é trazer a fotografia para a vida dos visitantes. Já vi muita coisa boa quando o assunto é foto. Coisas de artistas de várias nacionalidades, olhares diferentes sobre vários temas. Guerra, natureza e tudo que um dedo habilidoso, um olhar sensível e uma bom equipamento possam captar.

Outra coisa que me encanta muito é o pátio central do espaço, lembra muito os museus europeus e aquele clima de tomar um bom café ao cair da tarde. O pátio tem uma cobertura que normalmente fica aberta, mas quando está fechada é um espetáculo a parte, transforma-se em um indescritível e maravilhoso teto de vidro. É emocionante.

Após ver uma bela exposição, uma peça de teatro ou palestra, o melhor é fechar o dia com chave de ouro se entregando ao paraíso gastronômico que o lugar reserva. Há um ótimo café, que se chama Café com Letras e é bem bacana e apreciado na capital mineira. Lá você encontra um belo sanduíche, cafés de respeito e outros pratos bem legais. Menos badalado, mas também uma ótima opção é a lanchonete Sou Café, que serve tapiocas deliciosas, bons sucos, cafés e um belo affogato italiano, que é um doce muito gostoso de sorvete, café e outros ingredientes. Você pode tomar seu café, comer seu pão de queijo e ainda escutar o som de um belo piano de calda. O Centro Cultural Banco do Brasil é, sem dúvida, um museu que já rompeu as montanhas de Minas e virou patrimônio do mundo, recanto de todos os amantes da arte, admiradores das belas coisas da vida.


Cafés e Arte

Segue o endereço desse lugar mágico e transformador: Praça da Liberdade, 450 – Funcionários - Belo Horizonte - Minas Gerais

Pedro Muriel Bertolini

Revisão: Sílvio Carvalho

#pedromurielbertolini

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020