• Tendência Inclusiva

SÁBADO DE MUITO SOL E CANOAGEM NO INSTITUTO FERNANDO FERNANDES


No último dia 11 de março, a turma do Giro Inclusivo curtiu um final de semana diferente no Instituto Fernando Fernandes Life. O dia, que estava ensolarado e com pouco vento, foi propício para atividades ao ar livre, e um grupo de aproximadamente 30 pessoas se reuniu na represa de Guarapiranga, na zona sul de São Paulo, para a prática da canoagem.

No início, todos estavam tímidos, mas aos poucos foram pegando segurança. Ricardo Shimosakai foi o primeiro a arriscar. E ele gostou tanto que pediu para remar sozinho. “No começo da minha habilitação o esporte me ajudou muito. Ter uma vida social é muito importante. O espírito do esporte fez total diferença na minha vida. Na vida você vai ter um monte de dificuldade, como ônibus, calçada esburacada e diversas outras, mas você tem que vencer os obstáculos”, comenta.


Claro que eu também não pude deixar de experimentar a sensação. Confesso que esperava uma aventura radical e foi, na verdade, uma vivência bem tranquila, bastante terapêutica.


Renato Salles veio de longe para passar a tarde com a turma do Giro Inclusivo e não se arrependeu. Ele gostou muito de remar e garantiu que não perderá os próximos eventos promovidos pelo grupo.


O que é o Giro Inclusivo?

O Giro é um programa de atividade física adaptada, que tem o parque do Ibirapuera, na zona sul de São Paulo, como cenário. O intuito é tirar a pessoa com deficiência do sedentarismo e promover a melhoria de suas funções físicas, através do esporte. Quando o corpo está bem, automaticamente, a relação do indivíduo com a sociedade melhora. Como o programa tem caráter híbrido e também atende pessoas sem deficiência, há uma profunda troca de experiências e conhecimentos entre os participantes. Amizades se consolidam e dá até para paquerar.


Ficou curioso? Apareça por lá! O grupo se reúne às terças-feiras, a partir das 20h, no parque do Ibirapuera, próximo a Ladeira da Preguiça.

O que é o Instituto Fernando Fernandes

A missão do Instituto é promover, através da prática da atividade física, momentos de prazer e descobrimento de novos limites; é permitir que as pessoas com deficiência conheçam o esporte, tenham uma relação com a natureza e sintam o prazer de se divertir com liberdade, sem a pretensão de revelar competidores ou exigir algum tipo de esforço do participante.

Qualquer pessoa pode entrar num caiaque e se divertir, independentemente de sua condição física. A estrutura conta com voluntários treinados, que num primeiro momento acompanham as pessoas com deficiência em caiaques duplos, o que faz com que se sintam mais seguras. De acordo com Mateus Nascimento, coordenador do projeto a primeira coisa que a maioria demonstra ao entrar no caiaque é medo. “De repente, têm a primeira experiência, se sentem confiantes e acabam remando sozinhas. O processo é estimular a autonomia das pessoas”, conta ele.

Para Mateus, um dos momentos mais marcantes do instituto foi quando receberam dois grupos de cegos. A princípio, os voluntários ficaram apreensivos, pois não sabiam como lidar com esse tipo de deficiência. Como um cego poderia remar? Ele, que é professor, especializado em educação física adaptada, pediu à equipe que se tranquilizasse e seguisse a rotina normalmente.

No fim das atividades, ao contrário do que o grupo temia, não houve nenhum contratempo, mas sim, um grande compartilhar de experiências e aprendizados. “Depois que a vivência terminou todos os nossos voluntários voltaram para os caiaques e, sem combinarem entre si, começaram a remar de olhos fechados. Foi incrível! ”, comenta.

Instituto Fernando Fernandes Life:

Rua Peixe Vivo, 155 – Interlagos – São Paulo – SP – CEP 04772-100

E-mail: contato@iffl.org.br

Sílvio Carvalho

#silviocarvalho

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020