• Tendência Inclusiva

TENHO HÉRNIA DE DISCO, E AGORA?


Calma! Respire um minuto e vamos considerar algumas coisas juntos ;-)

Primeiro, isso não é uma sentença de morte e você não está sozinho. No mundo inteiro, milhares de pessoas convivem com as dores causadas pelas hérnias de disco. Aí você diz “Tudo bem, mas o que eu tenho a ver com os problemas dos outros???” E eu te respondo: diretamente nada, mas você pode se beneficiar de todo o conhecimento compartilhado nas áreas da saúde. Já é alguma vantagem, né?

Há uma diversidade de alternativas que podem ajudar você a encontrar algum alívio para as dores: a quiropraxia (minha preferida), acupuntura, pilates, fisioterapia, RPG, etc. É importante frisar: VIVER COM DOR NÃO É NORMAL e isto significa que seu corpo está pedindo socorro!

Nós, quiropraxistas entendemos que quanto mais conservador e menos invasivo for o tratamento, melhor para você. Ou seja, só te encaminhamos para cirurgias quando não há outra alternativa melhor. Por isso, o curso superior para formação do quiropraxista é bastante extenso. Estudamos durante 4 ou 5 anos, diversas ciências da saúde, técnicas, cada região da coluna, e temos uma carga de estágio profissional de mais de 1000 horas.

Fique atento a algumas perguntas frequentes e dicas para sua saúde:

1- O que exatamente é uma hérnia de disco? A cartilagem parece uma cebola, cheia de camadas resistentes. Ela possui um núcleo líquido e quando as camadas externas se rompem, este núcleo extravasa para o meio externo. Esta é a famosa hérnia de disco. O maior problema da hérnia é quando ela provoca dores... dores que deixam o paciente sem poder se mexer ou até mesmo dormir, sendo obrigado a recorrer a medicamentos fortes e, em muitos casos, sendo até obrigado a ser afastado do trabalho por longos períodos.

2- Quais sintomas que posso ter e o que posso considerar como um alerta? Há uma diversidade de sintomas, como dores, alterações de sensibilidade (sensibilidade excessiva, perda de sensibilidade, sensação de frio ou calor, formigamentos), além de perda de força e de movimentos, por exemplo. A questão é que essas alterações neurológicas diminuem a capacidade de o organismo funcionar bem, atrapalhando as atividades diárias do paciente.

Dica: Se você tem algum desses sintomas, procure um quiropraxista. Ele tem treinamento para avaliar, diagnosticar e tratar do seu problema. Se você ainda assim não confiar, procure um médico ortopedista ;-)

3- Descobri que tenho uma hérnia de disco. E agora? Bom... a casa caiu! Agora resta cuidar para garantir que mantenha sua saúde equilibrada, fora de crises de dores. Isso significa cuidar da postura, evitar o uso prolongado de computadores, celulares e tablets, que nos fazem adotar uma postura que tende a piorar a hérnia.

Dicas: A melhor de todas é CUIDAR DA POSTURA. No trabalho, evitar manter-se na mesma postura por muitas horas... levante de 30 em 30 minutos, vá beber água lá no bebedouro no fim do corredor... alongue-se, vá ao banheiro, saia para tomar um cafezinho... use as escadas para ir ao andar de cima. Praticar alguma atividade física tende a favorecer uma postura melhor, além de proporcionar melhor disposição para outras atividades. Ir ao quiropraxista vai garantir que sua coluna esteja com sua biomecânica em dia, com as articulações funcionando corretamente, minimizando os desgastes provocados por más-posições, vértebras que não se movimentem adequadamente ou até mesmo complexos de subluxação vertebral (o quiropraxista luta contra esta doença – CID 10 M99.1).

4- A quiropraxia pode me ajudar? A quiropraxia pode te ajudar MUITO, com toda a certeza. Lembra que mencionei que toda hérnia de disco é causada por um problema mecânico??? Então!!!! O quiropraxista é um profissional treinado para avaliar o seu caso, dar um diagnóstico quiroprático, e tratar as causas desses problemas mecânicos. Ele vai escutar seus relatos, avaliar sua postura, fazer testes ortopédicos, quiropráticos e neurológicos. Além disso tudo, vai fazer uma avaliação palpatória para melhor identificar as posições dos ossos e vértebras no seu corpo, para então manipular estas articulações para uma posição melhor, que tenha uma mecânica mais adequada.

Dica: Muitas pessoas se intitulam quiropraxistas, sem terem o devido preparo técnico para isso. Portanto, CERTIFIQUE-SE que o seu quiropraxista tenha curso superior em quiropraxia. Afinal, estamos falando da sua saúde.

5- Já que eu tenho uma hérnia, vou operar que logo fico livre desse problema. ERRADO! É importante sempre preservar a integridade do seu corpo. Nem todos os casos são indicativos para cirurgia. A quiropraxia obtém grande sucesso no tratamento de hérnias, sem trazer efeitos colaterais; claro que se o parecer quiropraxista achar que o melhor para você é a cirurgia, ele será transparente e te orientará da melhor forma possível. No caso da necessidade da cirurgia, EU ACONSELHO que procure consultar-se com diferentes médicos antes de se submeter à cirurgia. Veja qual médico te faz sentir mais confortável, qual te inspira maior segurança e pesquise na internet sobre sua reputação. O seguro morreu de velho ;-)

Dica: Minha dica é: antes de fazer qualquer cirurgia, especialmente de coluna, SEMPRE procure tratamentos alternativos que não sejam invasivos como as cirurgias. Lembre-se que depois que a cirurgia está feita, não há volta... então, mesmo cansado e sem paciência para procurar novas terapias, médicos ou até mesmo fazer exames, respire fundo e seja precavido, pois é a sua saúde em jogo.

Cley Jardeweski

Revisão: Sílvio Carvalho


#cleyjardeweski

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020