• Tendência Inclusiva

PARE DE RECLAMAR!


Se existe algo que eu possa dizer em alto tom para as pessoas ao meu redor seria essa frase providencial: “Pare de reclamar”.

Sabe por que?

Porque é um dos piores ciclos nocivos da vida e pode acreditar é evolutivo. Parece simples, mas é algo complexo e que influencia muito a qualidade de vida.

Uma pessoa inicia devagar esse “mundo de lamentações” e num breve espaço de tempo se torna o que chamamos de: Poliqueixoso. Muitas vezes um quadro presente em alguns acometimentos mentais severos.

Seria como um vício mesmo, muitas vezes o próprio indivíduo não percebe seus excessos e o quanto contamina aqueles com os quais convive e relaciona.

O mau humor e o estado negativo são frequentes e a pessoa apresenta uma evolução psicológica sombria e de espectro pesado. Possui um poder de retirar o melhor de todas as situações e embola diversos sentimentos, tais como a inveja, cobiça, rancor, raiva, frustações e outros.

Imagine alguém assim... Imagine agora o quanto seu modo de funcionamento adoece a si mesmo e também as pessoas ao seu redor.

Um poliqueixoso em geral é amargo e não consegue ver a cor e o sabor da vida. São pessoas que precisam de ajuda para mudarem desse lugar mórbido e detonador de suas relações.

Não apresentam percepções apuradas para fazer e ver o bem e/ou bom lado de todas as vivências. Sua análise crítica constante não o deixa enxergar possibilidades e assim como não consegue mudar sua visão, tenta mudar a visão das pessoas para que fiquem próximas da sua.

Um quadro perigoso e gerador de diversos adoecimentos familiares. São como âncoras em prol de puxar os outros para o seu “mundo cinza”.

Como lidar com essas pessoas?

Primeiramente, uma boa identificação do quadro, percepção das distorções, tentativa em oferecer ajuda e blindar o seu emocional para não repetir esse comportamento que refuga em acreditar em apenas um lado, que espelha sua vida na lamúria e na vitimização constante.

A vida tem sempre os dois lados, quando você enxergar apenas um, busque ajuda e tente retirar o mais rápido essa mancha no cristalino da sua mente. Favoreça suas emoções com a força dos pensamentos ávidos e cheio de vitalidade.

Não entre neste ciclo vicioso. Se entrar, saia no mesmo impulso com o qual entrou!



Angélica Falci é Psicóloga Clínica, Especialista em Saúde Mental/ Psicopedagogia. Foi gestora de Recursos Humanos na empresa SemeaRH, realizou atendimentos públicos na área de Saúde Mental e atualmente atende em clínica particular. Articulista de Revistas realiza seu trabalho em prol de um melhor trânsito a vida.

http://www.cliqueemocional.com/

angelfalci@hotmail.com

#angelicafalci

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020