• Tendência Inclusiva

AS PARALIMPÍADAS COMO NEGÓCIO.



Emocionante. Esta foi a forma que a maioria das pessoas que assistiu boquiaberta a abertura dos jogos paralímpicos a definiu.

Mas, o que para muitos, nos quais me incluo, é um momento extremamente importante para abrir novas discussões a respeito da forma como a deficiência é tratada em vários aspectos, sejam eles políticos, econômicos ou sociais, para outros pode significar um meio importante de conexão com públicos cada vez mais engajados em fazer do mundo um lugar diferente e melhor.

Sim. A Paralimpíada também é um negócio e como tal, depende de investimento e patrocínios para ser realizada.

Segundo a organização da Rio 2016 e o Comitê Paralímpico Internacional, que cuida da Olimpíada e da Paralimpíada, para a próxima edição dos dois eventos que acontece em Tóquio em 2020, as cotas de patrocínio serão vendidas de forma única, ou seja, a empresa que apoiar o evento irá patrocinar a Olimpíada e a Paralimpíada.

Para Alexis Schäfer, diretor de marketing do Comitê Paralímpico Internacional, as marcas começam, aos poucos, a entender as vantagens do evento, que dá mais chance de visibilidade a elas do que a Olimpíada, tendo, por exemplo, suas marcas nas arenas paraolímpicas, o que a Olimpíada proibia.

Outro ponto importante quando se pensa no evento como negócio envolve o público da Paralimpíada, que naturalmente é mais jovem e diverso. "Vamos ter muitas famílias participando, o cidadão real nas arenas, pois os preços dos ingressos são mais populares", diz o executivo.

Apoiar um evento deste porte permite às marcas é que elas possam explorar ainda mais em suas campanhas, elementos como garra, conquista e superação vinculando-se assim ao esperado bom desempenho da delegação brasileira.

Mesmo sabendo que ainda falta muito para atingirmos nossos objetivos, a sensação que fica é de que aos poucos a relevância da Paralimpíada vem sendo conquistada, e isso tem que ser um grande motivo de orgulho para todos nós que acreditamos no esporte como meio de transformação de uma sociedade.

Pense nisso!


Rodrigo Anunciato é redator da Tendência Inclusiva. Bacharel em Comunicação Social. Master of Business Administration em Recursos Humanos. Gerente de Soluções e Projetos da área de Gestão & Talentos da GS&MD-Ebeltoft Brasil. Atualmente é responsável pela gestão de soluções, condução de ações de desenvolvimento de metodologias, conteúdos e gestão de projetos para o setor de varejo e internacional. Há mais de 10 anos no setor de recursos humanos sendo os últimos 6 anos na GS&MD-Gouvêa de Souza.

rodrigo.anunciato@terra.com.br

#rodrigoanunciato

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020