• Tendência Inclusiva

QUAL FUTURO VOCÊ DESEJA PARA O BRASIL?


Educação, Política, Comportamento e Valores: qual futuro você deseja para o Brasil?

O ano de 2016 foi um período de crises na política e econômica no Brasil. Para uma análise psicológica, crises são importantes para que tenhamos uma mudança no que há tempo não está bem e nem funcional.

Há quantos e quantos séculos o Brasil vem sofrendo de corrupção? Pois é, um dia atos egoístas e sem o olhar de sustentabilidade sistêmica estouraria em uma crise geral, como um efeito dominó. Já pararam para pensar o quanto um interfere no outro? Um exemplo que posso citar é o trabalho de um professor, que ajuda no desenvolvimento de turmas de 20 a 35 jovens. Cada jovem aprenderá questões importantes para o seu desenvolvimento e, consequentemente, para o desenvolvimento de quem estiver ao seu redor, da sua vizinhança, bairro, município, Estado, país. Cada jovem poderá ter ideias, gerando mais empregos e movimentando a economia e sociedade em geral.


Refletindo sobre a corrupção, penso: isso vem só da política, ou existe desde atos pequenos, seja nos grupos sociais, de trabalho, família, etc.? Será que a população está tão acostumada com essa cultura que alguns ficam acomodados e mesmo que aconteça ao redor deles, não denunciam e, pior, fazem iguais? É esse futuro que você deseja para o nosso país?

A crise econômica traz medo, receio da falta de sustento, o que pode fazer com que uma ou outra pessoa boicote, sabote a si e o outro, interferindo de modo negativo no equilíbrio e funcionamento do grupo. Mas se conseguirmos trazer de modo claro e educacional essas questões implícitas, talvez possamos transformar esta crise para algo positivo, usando a união, solidariedade, reconstruindo a sociedade de um modo sustentável, dinâmico, sistêmico e equilibrado.

Para a transformação do país, não adianta só combater atos e pensamentos egoístas na política, mas precisamos combater o que está ao nosso redor, transformando essa cultura de nosso país. A Educação é uma das potências mais fortes para isso. Vamos juntos combater este mal, mas com muito amor, paz e harmonia?

Que 2017 haja muitas transformações para o bem geral.


Ouça a leitura do texto acima com Viver Eficiente!



Luciane Kadomoto é Psicóloga, pós-graduada em Educação Inclusiva e Deficiência Intelectual pela PUC SP, especialista em inclusão de Pessoas com Deficiência para o mercado de trabalho, docente do Senac Jundiaí, professora de Psicologia, Relações Humanas e inclusão em cursos de Administração, Orientadora e Consultora de educação inclusiva. Psicóloga Clínica. Atuante na área desde 2004.

kadomotolucianemidori@gmail.com

#lucianekadomoto

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020