• Tendência Inclusiva

PRA FRENTE QUE ATRÁS VEM GENTE


O sentimento da perda é estranho, seja porque o ser humano se acostumou com o sucesso que esse bem ou condição lhe dava, ou seja pela ilusão de um mundo sem defeito, desafiante, que a cada dia determina um modelo de pessoa ideal.

A angústia, a agonia, a revolta, o sentimento de procura de um culpado ou mesmo o que poderia ser diferente toma conta da cabeça.

Tudo tem um ciclo, é a lei da vida e da morte. Recomeçar não é vergonha e, tão menos, sinal de que foi derrotado. É a oportunidade reaprender a caminhar, de escolher com maior coerência com quem compartilhar nossas verdades e vitórias do dia a dia.  

Gosto muito quando Benjamin Disraeli fala “A vida é muita curta para ser pequena”.

Tudo tem se tornado tão "líquido". Não há mais desagrados, se não gosto de um pensamento ou opinião, basta apertar o DEL e retirar da minha rede social.

Prossiga!

Não, não é fácil. Seu pai te deu sapatos 36 e você calça 37.

Mas, você precisa entender, a vida é uma dádiva não uma condenação, você pode olhar para frente e superar as “limitações”, descalçar, gradativamente, os sapatos que lhe machuca e continuar a andar descalço.



Emerson Thiersch Faustino trabalha com assessoria de imprensa, Marketing, Bacharel em Comunicação Social (PUC/MG), Pós Graduação em Business and Marketing (TAFE/SA). Apoia e participa de organizações sem fins Lucrativos que tenham como objetivo a verdadeira inclusão da pessoa com deficiência.

ethiersch@yahoo.com.br

#emersonfaustino

© Copyright Tendência Inclusiva  2014 / 2020